domingo, 30 de setembro de 2012

Pôr-do-sol em tempo de férias






Este foi o tempo de ter tempo…
Para rezar e para contemplar,
para falar e para silenciar,
para passear e para descansar,
para receber e para dar,
para a vida e para a saudade,
tempo para o dia e para a noite…

Uns breves dias de férias no interior alentejano vendo nascer ou pôr o sol... olhando a natureza simples e bela, com algumas marcas de fim de verão já visíveis a imprimir-lhe uma tonalidade de que se misturava entre o princípio e fim, entre permanecer ou ficar...
Experimentei a gratuidade de tudo o que nos rodeia e a certeza de que tudo é um dom que nos é oferecido.


Fotos tiradas por mim