quinta-feira, 26 de março de 2009

A Anunciação a Maria


Celebrámos ontem a Anunciação do Anjo a Nª. Senhora.
Santo Inácio, nos Exercicios Espirituais, dá-nos uma ajuda para contemplar e rezar este acontecimento da Vida de Maria.

"L' Annunziazione" (Andrea della Robia)

CONTEMPLAÇÃO DA ENCARNAÇÃO

Fazer primeiro uma oração preparatória ( EE 46)

«A oração Preparatória é pedir graça a Deus nosso Senhor para que todas as minhas intenções, acções e operações sejam paramente ordenadas para serviço e louvor de sua divina majestade».
  • recordar a história do assunto que tenho de contemplar, que é aqui como as três pessoas divinas observavam toda a planície ou redondeza de todo o mundo, cheia de homens, e como, vendo que todos desciam ao inferno, se determina, na sua eternidade, que a segunda pessoa se faça homem, para salvar o género humano. E, assim, chegada a plenitude dos tempos, é enviado o anjo S. Gabriel a nossa Senhora.

  • Composição, vendo o lugar. Aqui será ver a grande extensão e redondeza do mundo, no qual estão tantas e tão diversas gentes. Assim mesmo, depois, particularmente, a casa e aposentos de nossa Senhora, na cidade de Nazaré, na província de Galileia.

  • Pedir o que quero; será aqui pedir conhecimento interno do Senhor que, por mim, se fez homem, para que mais o ame e o siga.
(Texto retirado do livro dos Exercícios Espirituais)

terça-feira, 24 de março de 2009

Hoje...



Hoje... Procurarei viver pensando apenas no dia de hoje, sem querer resolver de uma só vez todos os problemas da minha vida.
Hoje, apenas hoje, terei o máximo cuidado na minha convivência: afável nas minhas maneiras, a ninguém criticarei, nem pretenderei melhorar, nem corrigir ninguém à força senão a mim mesmo.
Hoje, apenas hoje, serei feliz na certeza de que fui criado para a felicidade, não só no outro mundo mas também já neste.
Hoje, apenas hoje, adaptar-me-ei às circunstâncias sem pretender que sejam todas as circunstâncias a adaptarem-se aos meus desejos.
Hoje, apenas hoje, dedicarei dez minutos do meu tempo a uma boa leitura. Assim como o alimento é necessário para a vida do corpo, assim a boa leitura é necessária para a vida do espírito.
Hoje, apenas hoje, farei ao menos uma coisa que me custa fazer; e se me sentir ofendido nos meus sentimentos, procurarei que ninguém o saiba. Hoje, apenas hoje, farei uma boa acção, e não o direi a ninguém.
Hoje, apenas hoje, executarei um programa pormenorizado. Talvez não o cumpra perfeitamente, mas ao menos escrevê-lo-ei. E fugirei de dois males: a pressa e a indecisão.
Hoje, apenas hoje, acreditarei firmemente - embora as circunstâncias mostrem o contrário - que Deus se ocupa de mim como se não existisse mais ninguém no mundo.
Hoje, apenas hoje, não terei qualquer medo. De modo especial não terei medo de apreciar o que é belo e de crer na bondade.

João XXIII

Já tinha lido algumas vezes este lindo convite e tinha-o guardado. Hoje, depois de o rezar durante algum tempo, desejei partilhar convosco ...
Dou-me conta dos pontos de esforço que terei de fazer para atingir algumas metas, mas também sei que há caminhos percorridos, há imagens que guardo e me enchem o coração de ternura e de bem. Pensar em tudo isso é um passo, para acreditar que o
"Hoje", faz parte de muitos momentos do meu passado e me ajuda a pensar num futuro em que o hoje e o amanhã se unem num abraço sem fim.

(Alice)

quinta-feira, 19 de março de 2009

Em Silêncio mais uma vez



O Silencio é a oração dos sábios




Foi hoje enterrado um amigo de quem gostava muito. Penso que nunca tive oportunidade de lho fazer sentir... mas sempre que ele falava de Deus o meu coração enchia- se de confiança e de paz.
Sabia sorrir com alegria e tinha uma palavra de acolhimento para cada pessoa.
Partiu num dia que anunciava a primavera, num dia... em que na "outra margem", o sol brilhava sobre o mar. Obrigada pela sua vida P. Amadeu.

domingo, 15 de março de 2009

Mana, aqui estamos!



"Porque não voas?"

Há alturas na vida em que temos de voar. Não se sabe como nasce esse impulso; porém, sentimos que esse impulso nasce e temos de responder a esse impulso. Se não seguimos esse impulso vamos ficar marcados para toda a vida...

Baptista-Bastos, in "No Interior da Tua Ausência"



E assim, por causa dum pequeno impulso e deste desejo de voar, deixo uma foto onde estou na mão da minha irmã e no local de maior referência da minha infância.
O Meu dedo apontava para um futuro feliz...Como quem estende a mão para receber algo de novo.
A poliomielite veio uns meses mais tarde, sem nenhuma explicação... mas não me impediu de cumprir essa promessa.

quinta-feira, 12 de março de 2009

A vizinha que nos recolhe o lixo



"Pai, o saco do lixo desapareceu mais uma vez"! Disse eu ao abrir a porta. Não podemos deixá-lo mais aqui.

O enigma que nos deixava pensativos... resolveu-se hoje!
A vizinha do 7º. Frente, ao sair de casa, sem fazer qualquer ruído, espreita discretamente para o cantinho em frente à nossa porta e pega no saco de lixo que momentos antes tínhamos deixado ficar em cima de uma pequena mesa, para que o meu pai o fosse colocar, logo que possível, no contentor a alguns metros da nossa casa.
Fico a pensar neste gesto de serviço humilde e simples, reconhecendo a beleza desta pessoa.
E... esta frase que lia há dias, da qual não conheço o autor, foi decerto escrita, para que agora em silêncio eu possa também dizer-lhe obrigada.

“Vive de maneira a que a tua presença não seja notada, mas que a tua ausência seja sentida...”

terça-feira, 10 de março de 2009

Olhar as estrelas e sentir Deus


Maior grandeza é não se impor...."Amar somente... escondido no brilho dos astros, na escuridão da noite, no soprar da brisa”… (Pe.Tovar Lemos sj)

Encontro sempre motivos de tranquilidade de paz e reflexão, quando releio pequenos extractos do livro "O Principe e a Lavadeira". Questiono-me, rezo e desejo olhar as estrelas com afecto e certezas sem fim...


Não será isto o amor?

Não estás Tu na brisa que me acaricia?
Porque sei que és Tu que brilhas na escuridão de algumas noites... EU CONFIO!

Oração

"O homem é criado para louvar, reverenciar e servir a Deus nosso Senhor e mediante isto salvar a sua alma.”

"Principio e Fundamento" (EE, nº. 23) II Parte




E as OUTRAS COISAS sobre a face da terra
são criadas para o homem, para o ajudarem a conseguir o FIM para que é criado.

PRINCIPIO DO EQUILÍBRIO (ou do ver tudo com os olhos de Deus e não do meio­ termo)

Donde se CONCLUI que o homem há-de usar delas TANTO QUANTO o ajudarem para o seu fim, e abster-se delas TANTO QUANTO (na medida em que) disso o impeçam... Se usa MAL por defeito ou por excesso, abusa.

Neste projecto que é de Deus, o homem não pode relacionar-se com as pessoas e situações segundo o seu egoísmo ou capricho, mas sim segundo o critério da sua finalidade e verdadeiro Bem.

É a chamada regra de ouro do "tanto...quanto”.


Santo Inácio como recorda a relatividade do mundo presente. Não a oposição entre o importante e o relativo. Ao importante opõe-se o insignificante; ao relativo opõe-se o absoluto. Tudo é bom, mas tudo é relativo, temporário, destinado a terminar.

Vamos continuar?

É importante preparar oração. Se tivermos um texto bíblico, ler o texto e procurar entender o que ele nos quer transmitir. Escolher e fixar os pontos que mais podem ajudar no encontro com Deus.


Determinar o tempo que se pretende dar à oração (e tentar ser fiel ao tempo determinado).

Determinar o lugar onde possa ter sossego, silêncio exterior e interior, enfim, concentração...

Nesta etapa, poderemos reflectir deste modo: As coisas são um meio, não são um fim.

O que é definitivo está em Deus que que tudo cria por causa de todos nós.

Sendo assim devo trabalhar numa medida de equilibrio, para poder tirar partido de tudo. Cada vez que não uso equilibradamente as coisas, faço-me escravo delas, perco a preciosa regra do tanto quanto.
O sofrimento é doloroso, mas passageiro, mesmo que prolongado; a alegria deste mundo é boa, mas não definitiva; os bens materiais são bons, mas acabam.

Apesar de boas em si mesmas, as "coisas" nem sempre, pelo uso que delas fazemos, são caminho para a vontade do Pai: o Amor.


Continuo a pedir a capacidade de me ver em Deus, e a partir daí me relacionar com todas as coisas, escolhendo o que mais me conduz à verdadeira realização.

Texto de apoio - Mt.6, 25-30

25«Por isso vos digo: Não vos inquieteis quanto à vossa vida, com o que haveis de comer ou beber, nem quanto ao vosso corpo, com o que haveis de vestir. Porventura não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestido? 26Olhai as aves do céu: não semeiam nem ceifam nem recolhem em celeiros; e o vosso Pai celeste alimenta-as. Não valeis vós mais do que elas?
27Qual de vós, por mais que se preocupe, pode acrescentar um só côvado à duração de sua vida?
28Porque vos preocupais com o vestuário? Olhai como crescem os lírios do campo: não trabalham nem fiam! 29Pois Eu vos digo: Nem Salomão, em toda a sua magnificência, se vestiu como qualquer deles. 30
*Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã será lançada ao fogo, como não fará muito mais por vós, homens de pouca fé?

Nota- Será útil ver as postagens sobre EE

sexta-feira, 6 de março de 2009

Tenho em mim todos os sonhos do mundo (Fernando Pessoa)



É um sitio que eu não conhecia nem pensava que podia existir, cheio de encanto, de paz e de sol... Supreendida parei o carro e deixei o pensamento dizer ao rio: "Ficas para sempre responsável por aqueles que cativas..." (Exuperi)
Lembro-me de acreditar que tinha encontrado um "tesouro" e que o podia partilhar...
Acho que sorri
de verdade e de coração alegre...
Momentos simples que bastaram para iluminar mais um dia da minha vida.


quinta-feira, 5 de março de 2009

A oração

video

Rogo-vos Senhor
que sejas os nossos olhos
e veles o nosso caminho
que nos ajudes a ser prudentes
quando o não soubermos ser

Seja esta a nossa prece
quando estivermos perdidos
leva-nos para um lugar
guia-nos com a tua graça
para que estejamos a salvo

A luz que me concedes
no nosso coração permanecerá
Rogo-vos que encontremos a tua luz
e que a guardemos nos nossos corações
quando as estrelas se apagarem

Que esta seja a nossa prece
quando o dia for sombrio
leva-nos para um lugar
guia-nos com a tua graça
Concede-nos uma fé que nos salve

Sonhamos com um mundo sem violência,
Um mundo de justiça e de esperança
Em que cada um dê a mão ao seu próximo
Símbolo de paz e de fraternidade
Que a vida seja cheia de paz

Que todos encontrem o amor
Em volta e dentro de si mesmos
Que cada alma encontre
Uma outra a quem amar

Tal como uma criança
Que precisa de encontrar um lugar
Guia-nos com a tua graça
Concede-nos uma fé que nos salve

(Texto)

quarta-feira, 4 de março de 2009

Pôr-do-Sol em tempo de Quaresma!




Muitas vezes me tem sucedido ter momentos em que me sinto pequena, perdida e cheia de medos. Sobretudo quando faço exames médicos, e sinto que não posso controlar nada mas sómente esperar fazendo apelo à calma e ao sossego ... não posso dizer que sejam momentos que não me custem a viver.
Gosto de perguntar, sinto-me mais segura quando me dizem o que se está a passar comigo…

Há dois dias passou na televisão um documentário sobre a “radioterapia” no Hospital de Faro, com toda a sua envolvência humana e técnica, onde o doente nada pode decidir… e se sente decerto a querer mais e mais radiações de modo a adquirir aquela segurança de quem sabe que ali debaixo daquele aparelho se joga o combate entre a vida e a morte.No fundo de cada um de nós, queremos acreditar que a história vai ter um “final será feliz”.
Logo no momento, me senti identificada e comovida com as imagens, com a certeza de que aquelas pessoas, que eu não conheço, me são familiares e são minhas companheiras.
Hoje
que parei um pouco para reflectir nisto, em tempo de Quaresma falo-vos um pouco mais de mim… Sei que Deus me conduz, que não preciso de me preocupar tanto, com o que virá nem com o final da história, será sempre uma história com um final feliz, porque
é uma longa História de Amor.Nestes momentos de reflexão, dou-me conta do quanto foi importante, sentir o limite e a insegurança da vida, porque ela se tornou cada vez mais, um bem mais precioso. Ter estado totalmente nas mãos de Deus conforta-me a alma e leva-me a confiar e a viver com mais esperança nas mãos dos homens…
Perder o medo e entregar o coração, mesmo que isso signifique entregar a Vida... É QUARESMA!
Como S. Paulo gostaria de um dia poder dizer com verdade:

«Esquecendo-me daquilo que está para trás e lançando-me para o que vem à frente, corro em direcção à meta, para o prémio a que Deus, lá do alto, nos chama em Cristo Jesus» (Fl 3 12-14).

Algures em Zermatt - Suíça, tenho uma amiga a quem dedico este Pôr-do-Sol...