domingo, 26 de outubro de 2008

Escolho-Te

Escolho-Te, a Ti.

O mundo gritará incrédulo. Loucura! Escândalo! Céptico, desprezará. Severo, não consentirá.
Negar-me-á a liberdade de Te escolher, de escolher ligar-me a Ti.

Mas eu conheço-Te, Quem Tu és.
Levantas-me do pó e segredas-me o teu Espírito. Quente, visita a minha morada, suave, consola e alegra.
Sinto as tuas mãos molhadas lavarem-me os pés e o aroma do teu afecto invade-me.Escuta-me: Também eu Te quero. Entre toda a beleza e todo o bem, entre todo o valor e toda a graça. A Ti.

Acerto o meu passo com o teu, procuro o teu olhar. Para onde olhas? Onde está o teu coração?
Será esse o meu tesouro.
Descanso a teu lado, sentado entre os teus. Aprendo a fidelidade e a justiça, a liberdade e o desejo
de ter cada um por irmão.
Quem és, de onde vens, Tu que és a escuta atenta da vontade do Pai? A tua voz é como a aurora,
o claro sonho em dia feito.
É força de verdade cantada. Quero também eu escutar, ser da tua Carne e do teu Sangue.
Quero ser filho conTigo.
Nas mãos do Pai, viver como Tu, trabalhar conTigo, lançado a um caminho de dor e de glória,
elevar a humanidade à tua liberdade.
Toma-me, Tu que me deste a mim mesmo, o que tenho, o que sou. Seja essa a minha graça e o meu canto.

Ouçam-me o mundo e o coração, escutem-me a luz e a sombra. Esta é a Palavra do Senhor,

Eis-Me aqui!
Coloco com muita alegria esta oração que me foi enviada por um amigo S.J., que fez os seus primeiros votos ontem dia 25 de Outubro, em Coimbra.
Mais uma vez, Deus se apresenta de uma forma discreta na minha vida. Hoje, com esta oração que fez vibrar o meu coração enchendo-o de serenidade e desejo de entrega.

sábado, 18 de outubro de 2008



«Nada te turbe, nada te espante,
sólo Dios basta.»


"Não te deixes abater Alice ...
Apanha os cacos, segue para a frente.
É a isso mesmo que és chamada. "

Cristo sorri na Cruz... Quero estar um pouco com Ele e vou aprendendo aos poucos...
Penso com saudade, naqueles dois "Encontro em Xavier", foram especiais e hoje ao recordá-los fortaleço-me e lanço-me nos braços de Deus.
Ele sorri na Cruz, e eu? Tantas vezes me irrito, com este aparelho ortopédico que uso, só porque me magoa um pouco o joelho! Esqueço-me que preciso de o tratar com mais carinho, afinal é ele que, logo pela manhã, equilibra o meu corpo e me ajuda a caminhar.
Nada te perturbe, nada te espante...DEUS BASTA!

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Santa Teresa d’Ávila


Tiramos esta foto já à saída de Ávila em 2006, numa peregrinação da CVX por terras de Santa Teresa.

Para Santa Teresa, Deus não é um pensamento filosófico ou teológico, abstrato e irreal. É o Deus Vivo.


É alguém com quem se pode instaurar um diálogo de amor. Santa Teresa é inquieta e sua vida tem um sentido, um ideal fundamental: quer ver a Deus e encontrar-se com Ele.

O caminho da santidade para Santa Teresa é a oração. Ela ensina a oração em 4 etapas:

1 -Oração Mental - é como tirar água do poço, quando rezamos com o nosso intelecto.
2- Oração de Quietude - é como tirar água com a nora puxada por jumento, quando rezamos com a nossa vontade. . . É o nosso ser criança que ora, é ser Maria.
3- Oração de União - é como água corrente. É um abandono em Deus, é permitir que o Senhor nos ame. É orar com os nossos sentimentos e emoções. Não se distrai. Nesta fase (ficamos apaixonados e entusiasmados), começamos a ser Marta e fazer obras.
4- Oração de União - é como o Deixar chover... A alma está absorvida por Deus . Só Deus basta.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

noite sem estrelas


Caminho devagar... Pés pesados, ombros doridos mas com coragem, com um desejo profundo de ir às fontes regeneradoras da vida. Sei que só elas me podem conduzir à verdade comigo própria, com os outros com o mundo...

Recomeçámos ontem as reuniões da nossa CVX, (comunidade de vida cristã), encontros de partilha, de fé e de oração. Foi um bom momento de estar com Deus através dos amigos.

Já em casa, no silêncio do meu quarto, na minha noite "sem estrelas", senti que sim... que tinha ido um pouco até à fonte, e que queria permanecer.

sábado, 4 de outubro de 2008

Dia de S. Fracisco de Assis

Esta Oração de Francisco, de que gosto muito e me ajuda em certos momentos, faz-me sonhar e querer aprender a graça da humildade...Ele foi HUMILDE, SIMPLES E POBRE mas rico no amor aos irmãos e cheio da presença de Deus!

Senhor

Fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;

Onde houver duvida, que leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz. 

Ó Mestre,

Fazei que procure mais consolar, que ser consolado;
compreender que ser compreendido;
amar, que ser amado.

Pois é dando que se recebe, 
é perdoando que se é perdoado,
e é morrendo que vive para a vida eterna.


sexta-feira, 3 de outubro de 2008

roda



"Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos,
se não tiver amor, sou como um bronze
que soa ou um címbalo que retine.
O amor é paciente,o amor é prestável,
não é invejoso,não é arrogante nem orgulhoso,
não procura o seu próprio interesse,
não se irrita nem guarda ressentimento.
Não se alegra com a injustiça,
mas rejubila com a verdade.
Tudo desculpa, tudo crê,
tudo espera, tudo suporta.
O amor jamais passará."

Estas palavras são retiradas da 1ª. Carta de S. Paulo aos Coríntios. Sonho aproximar-me dessa forma de AMAR, e este é o meu sonho rezado para que um dia seja realidade na minha vida. Quando? Não sei... Acontecerá um dia por certo, quando eu não o esperar!
Hoje sinto necessidade de as escrever nesta "roda que leva e traz o meus sonhos".

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

É urgente permanecer


É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.
É urgente destruir certas palavras,

Ódio, solidão e crueldade,
Alguns lamentos,
Muitas espadas.
É urgente inventar a alegria,

Multiplicar as searas,
E manhãs claras.
É urgente descobrir rosas e rios


Cai o silêncio nos ombros e a luz
Impura, até doer.
É urgente o amor,
é urgente Permanecer.

Eugénio de Andrade, Antologia Breve



Dedico-te este poema querida amiga e tu sabes porquê... Tu sabes que vale pena arriscar nas relações pondo em comum os nossos, sonhos, desejos, inquietações... Só assim nos damos conta de que o certo e o errado, são apenas modos diferentes de entender e viver a amizade e que "é urgente Permanecer".