quarta-feira, 10 de junho de 2009

Quero um dia...


«Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas...

Que a esperança nunca me pareça um NÃO que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como SIM.
Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder dizer a alguém o quanto ela é especial e importante pra mim, sem ter de me preocupar com terceiros... Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento.

Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão...
Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim... e que valeu a pena.»

- Quero um dia!... E porque na verdade o quero muito e de todo o coração, sei que esse dia chegará... e virá pela manhã, num dia cheio de sol, para me recordar que não é em vão que vivo, que amo, que trabalho e luto, que choro e espero, que rezo...

1 comentário:

Paulo Costa disse...

Tudo o que é feito com amor não é em vão...mesmo que não vejamos os frutos...

Estou à sua espera na nova comunidade que criei. Enviei-lhe um mail a convidá-la. Espero que aceite.

Abraço fraterno!