sábado, 17 de maio de 2014

No caminho...

"Não sou feliz, mas estou a caminho"
Nesta tónica que envolve a minha vida, e penso que cada vida... faço um tempo de paragem, neste cantinho escondido e deserto... 
Desde de dentro do carro à beira da Foz no Porto, até ao sitio onde se põe o sol, o meu coração sentido e desapontado pela dor física que não me deixa ir mais longe ou mais perto, vai adquirindo aos poucos novas tonalidades e contornos, novos sorrisos até, tal como o horizonte que me envolve. 
Não que alguma coisa tenha mudado a não ser o olhar renovado que encara a luz do final do dia com apreço, com gratidão e confiança... Permanece o desejo de caminhar mais e fazê-lo nesse sentido, o da esperança, do reconhecimento da bênção de cada dia e cada momento!

Pôr-do-sol e Foz do Porto



2 comentários:

Graça Pereira disse...

O pôr do sol ( e este da Foz bem lindo) pode e deve ser o começo de um novo dia... O caminho , tem muitas paragens e, quando se pára...é sempre para avançar...
Um beijo muito carinhoso.
Graça

Marcelo de Paula disse...

"Permanece o desejo de caminhar mais e fazê-lo nesse sentido, o da esperança, do reconhecimento da bênção de cada dia e cada momento!"

Permaneça, pois, minha querida Alice...sabedora de que nas letras que escreves pelos caminhos que trilhas, nos faz experimentar o bálsamo divino nas dores que nos são comuns.