quinta-feira, 16 de junho de 2011

A fonte permanece



«O SENHOR, teu Deus, vai introduzir-te numa terra óptima, terra de torrentes de água, de fontes e de nascentes profundas, que jorram por vales e montes; terra de trigo, cevada, uvas, figos, romãs; terra de azeite e mel; terra onde comerás pão com segurança, onde nada te faltará, onde as pedras são de ferro e de cujas montanhas extrairás cobre. Então comerás e ficarás saciado, agradecendo ao SENHOR, teu Deus, pela terra óptima que te deu.
(Livro do Deuteronómio 8, 7-10)

O pequeno texto bíblico que coloco hoje, é uma espécie de desejo de acordar um pouco e de renovar a certeza de que não desisto porque em mim a FONTE não secou, a TERRA não deixou de produzir, as montanhas permanecem e posso olhá-las da janela do meu quarto.

Reconheço que os momentos que vivemos podem ser uma travessia, árida como um deserto. Contudo alguém me diz que o Senhor não me faltará com o pão do deserto, uma porção para cada dia.
É Ele, o Senhor, que acompanha os meus movimentos, Ele na serenidade me dá a alegria mas na dor será porventura o meu conforto... Um dia. Depois um outro e a seguir outro ainda...
Alice

Sem comentários: