segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Gratidão

Hoje, o que sinto é sobretudo saudade... Magoa, quase fisicamente, esta ausência da minha mãe. Acordo, começo a girar pela casa e ela não está...
Porém, nestes sentimentos que vagueiam em mim, está muito presente a gratidão pela presença dela nas nossas vidas... E esta gratidão estende-se, desdobra-se, recria-se ao recordar os momentos... quer de alegria, quer de tristeza... Ao pensar nas pessoas que passaram pela sua vida, que a ajudaram a "suportá-la", sendo suporte, que partilharam as suas alegrias e dificuldades.
Hoje quero deixar um grande obrigada, ao amigo Padre José Pires, que conhece a mãe Julieta desde há muitos anos e viveu com ela e connosco, na fé e na esperança fraternas, muitos desses momentos. Presidiu a Celebrações festivas como as Bodas de OURO e DIAMANTE, e esteve presente em momentos de alguma forma mais dolorosos.
Deslocou-se de longe, sabemos que com esforço, para Concelebrar na missa do funeral.
Estamos certos de que, para o Céu, ela o levou no seu coração atento e terno.

(As flores são rosas de um canteiro simples)

1 comentário:

Gilberto Pires disse...

Uma grande Senhora e amiga que conheci, que vai deixar muitas saudades em cada um de nós...
Foi para mim um grande testemunho de vida, através do seu carinho, amizade, dedicação ao serviço do outro(...),na forma materna que me recebia em sua casa...Agora está no céu a olhar por nós ao lado do Pai...Bem Haja Madrinha Julieta...