domingo, 23 de fevereiro de 2014

Amai os vossos inimigos… Acreditas nisto?

Hoje e... 
«Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Ouvistes que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo’. Eu, porém, digo-vos: Amai os vossos inimigos e orai por aqueles que vos perseguem, para serdes filhos do vosso Pai que está nos Céus; pois Ele faz nascer o sol sobre bons e maus e chover sobre justos e injustos».  

Jesus hoje, convida-me insistentemente a refletir até onde vai minha capacidade de acreditar num caminho único, aquele que me leva à felicidade. Como poderei amar aqueles que não gostam de mim? Como isso me parece difícil... Só sei que, o que Ele me pede, não pode ser impossível. 
Conheço o milagre do amor Deus em mim e por isso acredito que tudo está ao meu alcance, ao meu lado, perto de mim.  



Deixo este extrato de um texto de D. António Couto


«Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei!» (João 13,34). Aqui, a medida não sou eu. Aqui, a medida é Jesus, o das alturas, o do alto das montanhas. Aqui, a medida é sem medida! Aqui, o amor não é interesseiro. Aqui, o amor é puro, radical, incondicional, assimétrico, sem retorno. Aqui, o amor é até ao fim! Oh sublime ciência das alturas!

Sem comentários: