quarta-feira, 4 de março de 2009

Pôr-do-Sol em tempo de Quaresma!




Muitas vezes me tem sucedido ter momentos em que me sinto pequena, perdida e cheia de medos. Sobretudo quando faço exames médicos, e sinto que não posso controlar nada mas sómente esperar fazendo apelo à calma e ao sossego ... não posso dizer que sejam momentos que não me custem a viver.
Gosto de perguntar, sinto-me mais segura quando me dizem o que se está a passar comigo…

Há dois dias passou na televisão um documentário sobre a “radioterapia” no Hospital de Faro, com toda a sua envolvência humana e técnica, onde o doente nada pode decidir… e se sente decerto a querer mais e mais radiações de modo a adquirir aquela segurança de quem sabe que ali debaixo daquele aparelho se joga o combate entre a vida e a morte.No fundo de cada um de nós, queremos acreditar que a história vai ter um “final será feliz”.
Logo no momento, me senti identificada e comovida com as imagens, com a certeza de que aquelas pessoas, que eu não conheço, me são familiares e são minhas companheiras.
Hoje
que parei um pouco para reflectir nisto, em tempo de Quaresma falo-vos um pouco mais de mim… Sei que Deus me conduz, que não preciso de me preocupar tanto, com o que virá nem com o final da história, será sempre uma história com um final feliz, porque
é uma longa História de Amor.Nestes momentos de reflexão, dou-me conta do quanto foi importante, sentir o limite e a insegurança da vida, porque ela se tornou cada vez mais, um bem mais precioso. Ter estado totalmente nas mãos de Deus conforta-me a alma e leva-me a confiar e a viver com mais esperança nas mãos dos homens…
Perder o medo e entregar o coração, mesmo que isso signifique entregar a Vida... É QUARESMA!
Como S. Paulo gostaria de um dia poder dizer com verdade:

«Esquecendo-me daquilo que está para trás e lançando-me para o que vem à frente, corro em direcção à meta, para o prémio a que Deus, lá do alto, nos chama em Cristo Jesus» (Fl 3 12-14).

Algures em Zermatt - Suíça, tenho uma amiga a quem dedico este Pôr-do-Sol...

Sem comentários: