quinta-feira, 12 de março de 2009

A vizinha que nos recolhe o lixo



"Pai, o saco do lixo desapareceu mais uma vez"! Disse eu ao abrir a porta. Não podemos deixá-lo mais aqui.

O enigma que nos deixava pensativos... resolveu-se hoje!
A vizinha do 7º. Frente, ao sair de casa, sem fazer qualquer ruído, espreita discretamente para o cantinho em frente à nossa porta e pega no saco de lixo que momentos antes tínhamos deixado ficar em cima de uma pequena mesa, para que o meu pai o fosse colocar, logo que possível, no contentor a alguns metros da nossa casa.
Fico a pensar neste gesto de serviço humilde e simples, reconhecendo a beleza desta pessoa.
E... esta frase que lia há dias, da qual não conheço o autor, foi decerto escrita, para que agora em silêncio eu possa também dizer-lhe obrigada.

“Vive de maneira a que a tua presença não seja notada, mas que a tua ausência seja sentida...”

1 comentário:

Anónimo disse...

Bela frase, umas das minha favoritas, uma filosofia de vida.