terça-feira, 23 de outubro de 2012

A Porta para a VIDA


Disse Jesus aos seus discípulos: «Não deis aos cães o que é santo, nem lanceis aos porcos as vossas pérolas, não vão eles calcá-las aos pés e voltar-se para vos despedaçarem. Tudo quanto quiserdes que os homens vos façam fazei-o também a eles, pois nisto consiste a Lei e os Profetas. Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta e espaçoso o caminho que leva à perdição e muitos são os que seguem por eles. Como é estreita a porta e apertado o caminho que conduz à vida e como são poucos aqueles que os encontram!» 
Mateus 7, 6.12-14

«A porta que dá para a vida é estreita e o caminho que a ela conduz é apertado. Sim porque o amor, a verdadeira porta para a vida é sempre exigente, pede-nos muito, pede-nos tudo, pede-nos a morte, a morte a nós mesmos. Estranho caminho de vida este ao qual Jesus nos inicia, não te parece?» (do passo a rezar de  21-6-2011)

Esta reflexão tornou-se hoje um tempo de "relação amorosa" que confirma  a minha vida e o meu desejo de seguir o caminho que Deus, me mostra. Um caminho por vezes difícil que eu aceito percorrer, mas que ao mesmo tempo me oferece em cada manhã uma nova possibilidade de existir, de trabalhar, de lutar e de amar.
"Estranho caminho de vida ao qual Jesus nos inicia..." Sim estranho, singular e misterioso! Difícil de encontrar diz o Evangelho.
Tão estranho, tão misterioso, tão singular que me faz sentir sozinha, única e um pouco perdida numa existência que me parece não ter escolhido. No entanto, se me fosse dado escolher, não sei se escolheria outro lugar ou outra porta porque esta tem uma marca especial de paz e bem que está dentro de mim, embora muitas vezes se torne inacessível até ao meu próprio entendimento.
Alice


Foto de Zilda Sousa - antiga vila medieval de Sortelha


Sem comentários: