sábado, 22 de junho de 2013

A amizade tem sabor...

“A amizade não se alimenta de encontros episódicos ou de feitos extraordinários. A amizade é um contínuo. Tem sabor a vida quotidiana, a espaços domésticos, a pão repartido, a horas vulgares, a intimidade, a conversas lentas, a tempo gasto com detalhes, a risos e a lágrimas, à exposição confiada, a peripécias à volta de uma viagem ou de um dia de pesca. A amizade tem sabor a hospitalidade, a corridas atarefadas e a tempo investido na escuta.”

In: Ao lado do teu amigo, nenhum caminho será longo
P. Tolentino Mendonça


Tem de facto "sabor bom" porque sabe bem, o pequeno trecho do livro deste um escritor/poeta de que gosto muito. Da amizade diz que é exposição confiada, escuta, tempo, oferta e acolhimento do dom.  
Por isso, por este pouco e quase tudo, aqui volto à convivência dos amigos e dos leitores, ainda que seja só para colocar coisas belas que outros escrevem e eu acolho como um dom à minha existência.
É que a vida é mesmo feita de acontecimentos onde o outro, o amigo, está implicado.


Sem comentários: