segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Eu, Ele e a vida ...

Acredito que, mesmo antes de abrirmos os olhos de manhã, antes de nós olharmos o rosto de Deus e lhe confiarmos o nosso dia, já Ele nos viu e dirigiu o Seu olhar de amor.
Por isso em cada dia que me levanto, esta certeza sustem as minhas pernas sabendo no entanto que a iniciativa é de Deus, é Ele que me levanta e me quer a agir como sinal de esperança contra toda a desesperança que possa surgir.

O vento forte e alguma chuva que hoje se fizeram sentir, levaram-me a ficar todo o dia "presa" em casa... Tinha alguns planos para o meu dia, mas nem essa prisão se tornou incómoda nem desoladora, ou sequer foi um peso... Porque este dia de silêncio foi produtivo e me ajudou a centrar mais profundamente no autor da vida, da minha vida...

Sem comentários: