domingo, 20 de novembro de 2011

O Rei


Diante deste Rei PASTOR e deste Pastor que é REI, fico em silêncio... Muito pouco posso dizer.
“Vinde benditos de meu pai ”! Palavras cheias de carinho, que foram decerto segredadas ao ouvido da minha mãe e já escutei algumas vezes durante este mês. Sinto desejo que elas entrem bem dentro do meu coração, modelem um pouco a minha alma e me levem verdadeiramente a dar mais atenção às primeiras "falas de Deus" na Bíblia: «Onde estás?» (Gen. 3, 9b); «Onde está o teu irmão?»  (Gn 4,9).

(cito palavras de uma reflexão do P. José Frazão, s.j.)


Tu onde estás alice? Silencío... porque me sinto diante de um rei diferente, o rei dos mais frágeis, que me deixa livre para ficar calada, porque e quando... não tenho palavras!
“Vinde benditos de meu pai ”, penso na minha mãe que está junto Dele e tenho saudades...

Sem comentários: