sexta-feira, 5 de julho de 2013

A cor do mar

Olhando a enorme grandeza em que o céu se une à "terra/mar", sou como uma gaivota perdida que deseja conquistar o mundo... Mergulho num desejo de me misturar e envolver neste azul, mergulho livremente, descalça e sem "ataduras", para emergir de novo ao som do cantar da sereia. 


Há mulheres que trazem o mar nos olhos
Não pela cor
Mas pela vastidão da alma
E trazem a poesia nos dedos e nos sorrisos
Ficam para além do tempo
Como se a maré nunca as levasse
Da praia onde foram felizes

Há mulheres que trazem o mar nos olhos
pela grandeza da imensidão da alma
pelo infinito modo como abarcam as coisas e os Homens...
Há mulheres que são maré em noites de tardes…
e calma

Sophia de Mello Breyner Andresen



Foto minha - Praia do Pedrogão
Nota - Esta praia tem acessibilidades e um carro próprio
para que eu, e todos e as pessoas com deficiência, possam ir ao mar

Sem comentários: