domingo, 30 de novembro de 2008

Aprender a solidariedade



Lembro-me de a minha mãe nos recordar muitas vezes o velho ditado: «O trabalho do menino é pouco, mas quem o perde é louco".
Vimos hoje, mais que confirmadas, estas sábias palavras. Vê-los chegar acompanhados dos pais ou educadores, arregaçar mangas e começar a separar as massas...Foi gratificante!

É preciso empacotar! As nossas mãozinhas também conseguem...

Bem, tenho mesmo de sair, está a chegar a hora do meu turno, e hoje se conseguir vai ser até ao fim!
Deixo um poema que me foi enviado, gosto da mensagem que transmite e tem sentido para este dia. (Não sei o autor)


Alegria de Servir

"Toda natureza é um serviço:
Serve a nuvem;
serve o vento;
serve a chuva.
Onde haja uma árvore para plantar:
plante-a você.
Onde haja um erro para corrigir:
corrija-o você.
Onde haja um trabalho e todos se esquivam:
aceite-o você.
É muito belo fazer aquilo que os outros recusam.
Mas não caia no erro de que somente há méritos nos grandes trabalhos.
Há pequenos serviços que são bons serviços:
Adornar uma mesa,
arrumar seus livros,
pentear uma criança.
Uns criticam,
outros destroem.
Seja você o que serve.
Servir não é faina de seres inferiores.
Seja você o que removea pedra do caminho,
O ódio entre corações e as dificuldades do problema.
Há alegria de ser puro
E de ser justo.
Mas há, sobretudo,a maravilhosa, a imensa alegria de servir."

Sem comentários: