quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Santo Inácio de Loiola - O peregrino

«Não sei por onde Deus me leva, mas sei que Ele me conduz para Jesus»... 
(Inácio de Loyola)


Ontem foi dia de festa para os Jesuítas, celebrou-se o dia de Santo Inácio de Loiola, fundador da Companhia de Jesus e o primeiro a fazer a experiência dos Exercícios Espirituais (E.E.) de que tenho falado neste meu blog.
Deixei-me envolver pela festa celebrada na minha Paróquia que está confiada aos Jesuítas. Houve missa solene e almoço partilhado para todos.

Da  biografia de Inácio consta que uma certa  madrugada se retirou para Manresa, e por vários dias, sozinho numa gruta, anotou os sentimentos (ou moções) que experimentava durante a oração que fazia. São essas anotações que se tornaram a base de um pequeno livro chamado Exercícios Espirituais.
Para mim é uma paragem, quase diria descanso. "Aparto-me" da vida comum do dia a dia (telemóveis, computador, televisão...). É um tempo de silêncio, de oração de repensar a vida e sentimentos com mais verdade e autenticidade. É sempre uma ajuda e de uma forma ou de outra, esses dias trazem novidade beleza e força à minha vida.  

Escolhi para deixar nesta postagem a imagem de Inácio peregrino. Para mim ele foi o peregrino do Amor verdadeiro, mas foi peregrino, peregrinando de verdade numa busca constante até conseguir reunir um grupo de companheiros que peregrinassem com ele, vivendo pobremente. Foi assim fundada a companhia de Jesus.
Sinto-me muitas vezes... um pouco em peregrinação, todos estamos afinal! E quando a caminhada se torna custosa, é que percebo o "milagre" de me reconhecer, mesmo assim, muito amada por Deus. Penso que isso faz a diferença entre a forma como se vive a dor física e outras dores... e também como se vivem as alegrias. 
É isto que hoje tenho desejo de partilhar.

Sem comentários: